domingo, 16 de novembro de 2008

Vou Pescar
















Vou pescar
João Alexandre

Vou pescar,
Parece que acordei de um longo sono
Parece até que eu parei no tempo.
Parece até que nada aconteceu

Vou pescar,
Quem sabe Ele apareça novamente
Quem sabe volte me chamar de amigo.
Quem sabe chegue andando sobre as águas.
Quem sabe?

O homem junto à fogueira
Convida pra ceia
Pra uma conversa sincera
Brasa queimando na areia
E dentro de mim a lembrança
de Tê-lo negado por nada.

É a hora da verdade
Aqui em volta da fogueira,
Melhor lançar tudo o que é palha no fogo.
Olhe bem dentro dos olhos do homem que reparte o pão
E me diga se alguém é capaz de enganá-lo

Tu sabes todas as coisas
Tu sabes do meu amor por Ti

Um comentário:

Taiane disse...

Qnd volta da pescaria??

rsss

Deus te abençoe sempre!

BEIJO!