domingo, 19 de outubro de 2008

Pastor e ovelhas. Pai e filhos.



“... eu dou a minha vida pelas ovelhas. Ainda têm outras que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouviram a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor.” “... Sim, Senhor Tu sabes que o amo. Apascenta as minhas ovelhas.”.
(João 10. 15e16 21.16)


Já era tarde, uma noite de inverno quando o pastor, que já se encontra em seu leito, ouve um gemido diferente de uma de suas ovelhas. Como já disse, é tarde e parece estar muito frio lá fora, mas a ovelha parece pedir ajuda e o pastor então se levanta, sem pensar duas vezes, põe suas sandálias e vai chamar dois de seus ajudantes, que acordados, vão juntos com aquele pastor ver o que houve com tal animal.
O rebanho de tal pastor é grande e um de seus ajudantes, que com sono, indaga: “Já é tarde e são tantas, imensuráveis para uma noite. É uma apenas, não fará tanta falta, são tão iguais umas as outras. Burras.” O outro ajudante o cutuca, sem que o pastor perceba e bem sucinto diz a seu ouvido: “Não reclame, aprenda.” E emburrado aquele ajudante segue o pastor. Depois de muito andar, eles encontram a tal ovelha que veio a cair em um buraco, não tão fundo, mas ela por si não consegue sair dali e está a clamar. O pastor a acolhe, a leva ao seu celeiro e voltam a dormir.
Na noite seguinte, parece que o mesmo episódio resolve reincidir. Já era tarde, frio e levantam-se novamente o pastor e os seus servos e por um caminho não muito diferente encontram a mesma ovelha que em noite passada havia se perdido e o pastor sorrindo, como se lhe dissera: “ah meu bem, você precisa aprender” recolhe novamente aquele animal em seus braços e aquele servo, aquele, o emburrado ao ver que ovelha era, mais uma vez deixa sair de seus lábios nova pérola: “É você! Não acredito que levantamos para socorrer esta que se perde por todas as noites!”.
Ao ver esta cena, o pastor senta-se em uma pequena pedra que está por perto daquele buraco e com a ovelha no colo conta-lhes uma história:
“Existiu um homem que possuía um rebanho maior que este, bem maior.
Se olhássemos para aqueles diríamos, que burros! Está tão obvio o que o pastor lhes ensina e estes continuam a errar. Uns nem acreditam nas doces palavras. Porém diferente da gente este pastor tinha que se levantar todas as noites e por mais que sem ouvir um gemido, ele ficava desperto a zelar pela noite de suas ovelhas, pois como lhes falei, seu rebanho era maior, então o números das que se perdiam era imensuravelmente maior. Mas este pastor incansavelmente levantava e as socorria. Certa vez quando um de seus ajudantes perguntou-lhe: Quantas são às vezes, que será necessário que busquemos essas que se perdem? Ele respondeu: “Todas as noites. Sempre que estiver escuro pra elas e elas clamarem, a seu socorro devemos ir, por mais que o gemido seja quase que imperceptível, devemos de ir a elas.” Sem muito entender o ajudante fica a meditar em tais ensinamentos. Dado um tempo, uma grande escuridão invadiu aquele lugar onde residia o rebanho e de medo, o aprisco todo, como se em um buraco, clamava. Todos ficaram presos. E do alto, como se o pastor, que mesmo preso fisicamente, a eles dizia: “Você é livre! A minha vida é pra que você viva! Dê-me tua mão. Levanta mais uma vez. Quantas às vezes forem necessárias, levante-se e recomece. Se for preciso eu te acolherei debaixo de meus braços pra que cesse seu frio. Levantarei todas as incansáveis noites para ter com você quando a mim clamar. ” De um buraco muito maior que este aquele pastor retirou seu rebanho. Um buraco chamado pecado, erro incerto.
Agora, todas as vezes que ouvirdes o clamor de uma que seja. Levante-se e vá socorrê-las.
E depois de tal história com os corações cheios, todos foram deitar-se.
Hoje pode ser noite pra você e você pode ser um dos ajudantes do seu pastor. No mundo tem muitas ovelhas perdidas e agarradas em buracos. Seu pastor já te ensinou como agir. O que você está esperando? “Ah, mas de novo?” Todas as noites as pessoas tem se perdido e estão clamando. Onde está você? O rebanho é grande, mas deixe que apenas os sorrisos ocupem os sues lábios. Ele te aliviará de seus cansaços. Se Cristo te acordar por uma noite em que alguém esteja a clamar, levante-se, pois o descansar depois de tal ato será de bem maior paz. Você é mais que servo você é filho. “Não reclame, aprenda!”
Ou talvez hoje você seja uma ovelha e hoje possa ser uma noite escura, fria, pra você. Eu sei, parece já ser tarde e você pensa: “Mais uma vez eu fracassei” Mas tenha certeza que ao primeiro gemido que você deu dizendo: “Pai, é alto aqui e por mim mesmo eu não consigo.” O mundo inteiro pode pensar que Deus não te ajudará, pois o lugar onde você caiu não é tão fundo é julgam-te: “Estas assim porque quer”. Não hesite. Clame a Deus. Ao primeiro momento que você carpir-se porque chora e está escuro. Deus já está a caminho. Ele sabe onde você está. O seu Pastor, incansavelmente levanta-se todas as noites, que necessárias, e desnecessárias, forem pra encontrar-te. Você é mais que uma ovelha. Você é filho.
Matheus Gerhard


Boa Semana pra vocês. Abraços.
_______________________
carpir-se: lamenta-se; prantear
blogdotheus@yahoo.com.br

2 comentários:

Marcus Gerhard disse...

Que lindo!!!
Como é bom ouvirmos e sermos lembrados que há sempre lugar no colo de nosso Pai!! Ele nos pega em seus braços, e por maior parecer ser o abismo, e estamos já tontos de tanto bater nossas cabeças.Deus vem com todo o carinho e compaciência, nos restaura, trata nossas feridas e nos faz andar novamente de cabheças erguidas e na dignidade de termos nossas vidas restauradas!!!
Deus te abençoe Grande e poderosamente.

Taiane disse...

Matheus,

Desculpe o blog tão feminino!
São tantas dietas.. mas nós mulheres somos assim não é mesmo?

Fico feliz por te me vistado e deixado um comentário.

E, mais uma vez, como foi bom ler suas palavras.
O nosso Deus é Maravilhoso. Impossível explicar por meio de palavras tanto amor, zelo.
Ah, Matheus. Como é bom sermos lembrados de que não importa onde nos encontramos, o que fizemos de errado: Deus nos ama.
E da mesma forma, devemos amar.

Mas como isso é difícil!

Deus te abençoe a cada dia.

Tenha um excelente final de semana.

meu email: taiane@gmail.com