domingo, 26 de outubro de 2008

“Em tudo “di” graça”


“Em tudo daí graças, pois essa é a vontade de Deus...” 1Ts. 5.18

Bom, antes de tudo, pra começar, acho que preciso dar uma explicação para tal erro de grafia, não é?
Usei uma conjunção tanto esquisita, ou seja, di pra dar real intenção a forma como falamos a expressão: de graça, e também para não confundir a intenção do titulo com a do texto original.
Vamos pensar juntos agora?
Ahhhhh..... eu não agüento mais tanta reclamação... ...acho que acabei de reclamara. (risos) Intencionalmente reclamei pra expressar o quanto, de tudo a gente costuma reclamar.
No meio onde trabalho, e acho que aonde você também trabalha existe sempre alguém a reclamar. Pra ser sincero, acho que o homem ao adquirir o pecado, também ganhou uma doença muito chata. O condoer-se de tudo! Hora do salário, hora da jornada de trabalho exaustiva, em fim. Reclamamos de mais!
Nós cristão, devemos nos abster de tal pratica. Eu sei, é difícil e tem horas que realmente vamos ter razão em reclamar, não sejamos bobos, mas busquemos a prática de agradecer a Deus até o mal que nos acontece.
Eu tenho um amigo que, diga-se de passagem, adora tirar vantagem em tudo, que não tem o habito de reclamar tanto, mas vive de um modo muito curioso e eu diria esquisito. Trabalhamos juntos e desde quando começamos a trabalhar, nós conversamos nos horários de lanche e almoço. Em certo dia, esperávamos a visita do presidente da república em nossa fábrica e antes de tal encontro, houve um período livre, onde podemos conversar um pouco. Ele, cristão firme me dizia: “Precisamos exigir as coisas de Deus, coloca-lo na parede. Se ele nos prometeu, tem que cumprir. Certa vez quando eu orava, pedi até perdão a Ele, mas meu pastor quem me ensinou. Devemos fazer provas com Deus. Quem mandou Ele prometer?” Pessoa, juro que me assustei quando ouvi tal expressão. As sobrancelhas elevaram-se e eu pensei. “Cristo, como pode?” E ele ainda completou sua conversa, pra quase me enfartar: “Não, isso não é vida pra mim. Eu sei, Deus tem que me fazer milionário!” em outras palavras, foi isso que ele quis me dizer. Usei a ele o texto de Paulo que diz “Pedis e não recebeis porque pedis mal, para vos gastardes em vossos próprios deleites” e Ele parece que se calou, mas infelizmente, permaneceu com a mesma conversa, em sua opinião formada me retrucou: “mas se Ele disse que Ele é o dono da prata e do ouro e que eu sou herdeiro dele. Ah, me desculpe Matheus, mas Ele vai ter que me dá” A partir daí, todas as vezes quando conversamos e ele firma algo como se tal já fosse definido, eu, que pra ele devo ser um estraga prazer, incluo tais palavras no fim: “Se Deus assim quiser, acontecerá”
Embora Paulo não seja meu apostolo predileto, aprendo muitas coisas com ele. Paulo, caso você não saiba, tinha um espinho na carne, uma doença que a bíblia não especifica qual era, mas que provavelmente deveria doer, pois constantemente ele rogava a Deus que lhe curasse e a resposta de Deus foi sempre a mesma: “a minha graça te basta, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Deus sabe do nosso íntimo, ele sabe que se nós tivermos certas coisas, ou até mesmo se outras tiverem ao nosso alcance, isso nos servirá de tropeço. A bíblia diz que Ele exalta o humilde. O pobre de espírito, por Deus é exaltado.
De forma alguma quero afirmar a você que a riqueza e os bens materiais são coisas proibidas a nós cristãos. Isso não é verdade, porém a bíblia tem um texto curioso: “É mais fácil passar um camelo pelo buraco de uma agulha, que um rico entrar no céu.” (agulha eram as antigas portas da cidade).
Quando o jovem rico, em sua parábola vem até Cristo, não é outro mandamento a ele dado se não este. “Pegue teus bens e reparta com os outros” Pra mim que tenho pouco, seria uma tarefa não tão difícil, mas imagina eu que ganhei uma fortuna ter que dá-la a todas as outras pessoas? E igualar-me aos outros.
Outra área que é muito complicado de superarmos e agradecermos é a saúde. Como lhes disse, Paulo foi uma pessoa que tinha uma doença que lhe incomodava, mas não é porque Cristo, aquele pelo qual Paulo defendia, não quis curar-lhe que ele se voltou contra Deus e não quis mais seguir seu ministério.
Esses dias eu estava conversando com uma pessoa, por telefone, e ela me falou que estava indo a um enterro. Me disse: “ah, fulano de tal veio a falecer” eu respondi a Ela: Graças a Deus, por ele ter morrido. Ela claro, se assustou e disse: “Que horror Matheus.” Talvez tenha feito essa mesma cara que você fez, mas essa é uma verdade. Não que fosse má pessoa, pessoalmente eu nem o conheci, mas embora pareça errado, nós não temos que dar graças em tudo? Ele, o falecido, por conhecer a Deus, estava em descanso. Amém, repito: Graças a Deus, mais uma alma que partiu salva deste mundo, pois conheceu e reconheceu Cristo com seu único e suficiente salvador.
Sabe, nos dias atuais temos tido uma geração de Cristãos pirracentos, mau agradecidos, chorões que pensam de mais em si, parecem fazer pirraça para contra Deus. É um tal de “eu ordeno”; “eu não aceito”... Sim, a bíblia diz que no nome de Cristo muitos milagres faríamos, mas tudo segundo a vontade de Deus, não segundo a nossa. No tempo de Deus e no querer dEle todas as coisas acontecem.
Estávamos conversando isso hoje na parte da manhã na classe de adolescentes. Eu lembrei com eles que muitas vezes nos esquecemos, ou queremos nos esquecer do que é Deus, de quem Ele é. Cristo, não é apenas um pai amoroso. Ele nunca será mau, mas justo. “A bíblia nos fala que quando Deus precisa nos aplicar alguma correção, ele sofre conosco, mas ele faz, pois é para o nosso bem” ressaltou a outra professora do grupo.
O salmista nos dizia: “Rendei graças ao Senhor, pois Ele é bom e o seu amor dura para sempre!” Quantas não foram às vezes que o senhor livrou a seu povo, homens trabalhadores e humildes?
Não quero fazer nenhum apelo hoje, porque embora pareça reclamar de todas as coisas erradas que fazemos, apenas as expus para pensarmos. Da próxima vez, você também, assim como eu tenho procurado fazer. Agradeça a Deus antes de expor a Ele os seu pensamentos. Ele sonda nosso interior. Sabe das nossas NECESSIDADES. Agora, amanhã quando chegar ao seu ambiente de trabalho, escreva na primeira folha de suas tarefas, no canto do computador, em fim, em algum lugar onde você possa ler: GRAÇAS A DEUS!
“E esta é a confiança que temos para com Ele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a Sua vontade, Ele nos ouve.” 1 João 5.14

Boa semana.

3 comentários:

Taiane disse...

Matheus,

Ao ler seu post me lembrei da primeira vez em que utilizei este texto.
Eu tinha 12 anos e estava conversando com uma amiga sobre este texto pq eu não entendia como a gente poderia agradecer a Deus por tudo, mesmo as coisas "ruins" que nos aconteciam. E ela gastou maior tempo me explicando que era importante dar graças a Deus em todas as circunstâncias.
Tá.. eu entendi... Aí umas duas semanas depois o avô dela faleceu e as únicas palavras que vinham na minha mente era: "em tudo dai graças". E foi exatamente o que escrevi na carta que mandei para ela.

Na minha inocência aquele pensamento era muito óbvio.

Hoje sinto SAUDADES dessa menina!!!
Me tornei uma adulta ranzinza!!!! :p

Ah... e no final da minha lista de pendências escrevi BEM grande: GRAÇAS A DEUS!!!

Alguém vê, vai achar que sou meio louca! Mas adorei isso!!! Pq sempre olhava desanimada aquele monte de tarefas a fazer e hoje depois que escrevi isso, fiquei animada!

Em qualquer circunstância, agradecer!

BEIJO!

Marcus Gerhard disse...

Que Legal, Theus! ótima perspectiva!!
Nada a pedir, só agradecer! Preciso muito de momentos para agradecer a Deus.
Como di paulo aos Romanos, quem deu algo a Deus para que Ele os retribuísse?!!!
Tudo vem de Deus, temos mesmo é que agracer!!
Tenha sempre esse coração grato!!!
Feliz!
abraços.

Taiane disse...

O senhor poderia atualizar o blog?

:pppp

Tenha uma semana abençoada e com uma alimentação saudável!